adubo-bokashi

15 Motivos Para Usar a Técnica de Adubação Orgânica Bokashi. Considerado o Melhor para Plantas


BOKASHI é uma técnica muito antiga no Japão, trazida e adaptada ao Brasil no final da década de 80 por imigrantes japoneses. Trata-se de uma mistura balanceada de matérias orgânicas de origem vegetal e/ou animal, submetidas a um processo de fermentação controlada.

O caminho para a produção agrícola sustentável passa, necessariamente, pela qualidade do solo. E essa qualidade é a “vida” do solo, que assegura o fluxo equilibrado de nutrientes para a planta. Esse componente da Natureza é o resultado primário de uma combinação de microrganismos de solo, que podem agir positivamente ou negativamente sobre os minerais, o carbono e o nitrogênio, de forma a otimizá-los ou desperdiçá-los.

É com a proposta de estimular o predomínio da biota benéfica do solo que a técnica BOKASHI foi desenvolvida, além de ser um eficiente fertilizante orgânico. E essa abordagem não se restringe somente aos modelos orgânicos, biodinâmicos, naturais ou ecológicos, pois todas as formas de agricultura têm um patrimônio em comum, o solo.

Os microrganismos do Solo
bokashi-abubo-organico2

Os microorganismos aumentam a fertilidade do solo convertendo as substâncias orgânicas em compostos inorgânicos, tornando-os úteis para os vegetais. Aceita-se que os microorganismos decompõem os vegetais e animais mortos, mas não é possível imaginar, às vezes que as reações bioquímicas realizadas fertilizam o solo pelo fornecimento de nutrientes.

Este é um processo complexo, do qual participam muitos tipos de microrganismos.
Calcula-se que 0,4 há de solo fértil contém cerca de 500kg de bactérias e talvez, quantidades equivalentes de fungos, protozoários e algas. É uma verdade generalizada que, quanto mais microorganismos existirem no solo, mais produtivo ele será.

Características principais

O Bokashi é um produto da agricultura natural japonesa saudável para o consumidor e não agressivo ao meio ambiente, obtido a partir de uma mistura vegetal fermentada com microorganismos benéficos.

Os principais microorganismos benéficos presentes no adubo orgânico bokashi são as leveduras, os actinomicetos e as bactérias. Estes microorganismos presentes no bokashi, controlam fungos e bactérias patogênicas e também conferem às plantas maior resistência aos mesmos.

Por outro lado, eles também sintetizam substâncias úteis para as plantas como aminoácidos, substâncias bioativas e açúcares, que impulsionam o crescimento da planta. Por último, os microorganismos benéficos presentes no Bokashi melhoram a decomposição da matéria orgânica.

O Bokashi promove o equilíbrio biológico do solo, que, por sua vez irá melhorar suas condições físicas químicas e sanitárias.

Os principais benefícios da introdução do bokashi no substrato são:

Melhora a capacidade fotossintética da planta
Melhora a saúde do solo, eliminando patógenos e doenças
Ajuda na decomposição da matéria orgânica, liberando nutrientes para as plantas
Fornece macro e micro nutrientes de forma natural, equilibrada e na dosagem certa
Aumenta a eficácia dos adubos ou fertilizantes orgânicos
Fonte: blog.mundohorta.com.br

Mais Dicas:

O tipo de adubo de que estamos tratando pode ser encontrado no mercado, em especial nas casas especializadas. No entanto, nós mesmos podemos fazê-lo em casa sem nenhuma dificuldade, bastando para tanto reunirmos os materiais e ingredientes necessários.

Vamos precisar dos seguintes materiais:

uma vasilha grande, de preferência redonda e um pouco funda. Pode ser uma bacia de plástico.
uma colherinha de café para servir de medida.
um pote grande e com tampa para armazenar o Bokashi.
um saco plástico transparente, grande e limpo, também para armazenar o produto.
Vamos precisar dos seguintes ingredientes:

2,5 litros de farelo de soja.
0,5 litro de farelo de arroz.
0,5 litro de casaca de arroz carbonizada.
50 g de fosfato simples.
5 g de açúcar mascavo.
0,5 frasco de leite fementado com lactobacilos.
1 colher de café de Bokashi tradicional.
Água limpa e isenta de tratamento químico (água da chuva ou mineral).

bokashi-abubo-organico

Modo do preparo.
Na vasilha plástica misture o farelo de soja, o farelo de arroz e a Casca de arroz carbonizada. A seguir incorpore o fosfato simples e o acúcar mascavo. Esta é a mistura seca.

Em uma pequena vasilha à parte, misture o Bokashi tradicional e o leite fermentado com um pouco de água. Depois incorpore esta mistura à mistura seca feita anteriormente e mexa bem. Aconselho mexer com as próprias mãos, como se estivesse misturando uma massa de pão. Vá acrescentando água até obter uma mistura consistente e homogênia.

Após, coloque o composto no saco plástico e feche-o bem, cuidando para que o ar seja expulso do seu interior. Coloque no pote grande e feche-o, cuidando para que o ar circule de vez em quando no seu interior.

Deixe fermentar por 25 a 30 dias. Após esse período faça um teste colocando uma pequena porção (uma colherinha de café) em uma folha de anthurium. Se não queimar a folha, significa que o adubo está feito e pronto para ser utilizado.

Observo que após o período de fermentação você sentirá um cheiro característico de iogurte e álcool.